Radiodifusão comercial - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial | Radiodifusão comercial
Início do conteúdo da página

Radiodifusão comercial

Criado em Terça, 26 Junho 2012 15:42 | Última atualização em Quinta, 01 Dezembro 2016 17:36

No Brasil, o padre gaúcho Roberto Landell de Moura, em 1893, foi o pioneiro na transmissão de rádio (sinais sonoros). Já em 1899 e 1990 jornais citam esse fato dando fé a essa experiência. Contudo, somente em 1922 foi que a radiodifusão sonora foi apresentada ao público, tendo como primeiro contato uma estação transmissora de rádio localizada no Rio de Janeiro.

Hoje, segundo a Lei Geral de Telecomunicações do Brasil (Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997), Radiodifusão é o serviço de telecomunicações que permite a transmissão de sons (radiodifusão sonora) ou a transmissão de sons e imagens (televisão), destinados ao recebimento direto e livre pelo público.

Os serviços de radiodifusão comercial podem ser:

I. serviço de radiodifusão de sons em ondas médias (OM);

II. serviço de radiodifusão de sons em ondas curtas (OC);

III. serviço de radiodifusão de sons em ondas tropicais (OT);

IV. serviço de radiodifusão de sons em frequência modulada (FM);

V. serviço de radiodifusão de sons e imagens (TV).

Os serviços ancilares e auxiliares de radiodifusão são:

I. serviço de retransmissão de TV (RTV);

II. serviço de repetição de TV (Rptv); e

III. serviço auxiliar (SARC).

A ação é gerenciada pela Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica.

Para mais informações, acesse a seção sobre radiodifusão comercial no Espaço do Radiodifusor.

Fim do conteúdo da página